CRIPS


 
Centro de Reabilitação e Integração de Ponte de Sor

Joomla Free Themes by iPage Complaints
  • Intervir pela igualdade, construindo futuros, desde 1979
  • Intervir pela igualdade, construindo futuros, desde 1979
  • Intervir pela igualdade, construindo futuros, desde 1979
  • Intervir pela igualdade, construindo futuros, desde 1979
  • Intervir pela igualdade, construindo futuros, desde 1979

Intervenção Precoce

A Intervenção Precoce na Infância do Distrito de Portalegre, na qual a nossa Instituição é uma das entidades promotoras, é uma medida de apoio integrado, centrada na criança e na família, que desenvolve acções de carácter preventivo e reabilitativo, nomeadamente no âmbito da educação, saúde e acção social, tendo como objectivos:

  • Assegurar a protecção dos direitos das crianças e desenvolvimento das suas capacidades, através de acções de intervenção precoce na infância em todo o território de abrangência;
  • Detectar e sinalizar todas as crianças com risco de alterações ou alterações nas funções e estruturas do corpo ou risco grave de atraso de desenvolvimento;
  • Intervir, após a detecção e sinalização, em função das necessidades do contexto familiar de cada criança elegível, de forma a prevenir ou reduzir os riscos de atraso no desenvolvimento;
  • Apoiar as famílias no acesso a serviços e recursos dos sistemas da segurança social, da saúde e da educação;
  • Envolver a comunidade através da criação de mecanismos articulados de suporte social.


População Alvo

A Intervenção Precoce na Infância destina-se a crianças dos 0 aos 6 anos de idade, que apresentem alterações nas funções ou estruturas do corpo que limitam a participação nas actividades típicas para a respectiva idade e contexto social ou com risco grave de desenvolvimento, e suas famílias.


Actividades Desenvolvidas

Acções:

  • Sinalização e detecção de situações a apoiar;
  • Desenvolvimento de acções de apoio integrado centrado na criança e sua família;
  • Sensibilização comunitária sobre a Intervenção Precoce na Infância;
  • Articulação com os apoios educativos e serviços da comunidade;
  • Auto-formação da equipa, em que se efectuou formação nas diversas áreas de formação dos elementos da equipa;


Estratégias de Intervenção:

  • Aprofundamento do levantamento de necessidades;
  • Triagem e acompanhamento das situações;
  • Melhoria das interacções criança/família;
  • Colaboração e articulação com os jardins-de-infância, centros de saúde e outros, que efectuem sinalizações da área de abrangência da equipa;
  • Apoio a famílias com crianças com deficiência, atraso do desenvolvimento e outras situações de risco;
  • Articulação com os diversos serviços da comunidade.


       



Equipa Técnica

O CRIPS tem no terreno duas Equipas Locais de Intervenção (ELI), nomeadamente, a ELI de Ponte de Sor e Avis, e a ELI de Sousel, Fronteira e Alter do Chão.



ELI de Ponte de Sor e Avis

  • 1 Coordenadora/Psicóloga Clínica
  • 1 Técnica Superior de Serviço Social
  • 3 Educadoras de Infância
  • 2 Terapeutas da Fala
  • 2 Enfermeiras (cedidas pelo Centro de Saúde de Ponte de Sor e de Avis)
  • 1 Técnica de Segurança Social (cedidas pela Associação Gente)



ELI de Sousel, Fronteira e Alter do Chão

  • 1 Coordenadora/Terapeuta da Fala
  • 1 Psicólogo Clínico
  • 2 Educadoras de Infância
  • 1 Professora de Ensino Especial
  • 1 Técnica Superior de Serviço Social
  • 1 Técnico Superior de Serviço Social (cedido pela Câmara Municipal de Alter do Chão)
  • 3 Enfermeiros (cedidos pelo Centro de Saúde de Sousel, Fronteira e Alter do Chão)
  • 1 Técnico Superior de Reabilitação Psicomotora


       

 

PDF << Consulte o Folheto da Intervenção Precoce (documento em formato PDF)